Zona de descanso para peregrinos de Santiago em Mesão Frio

Mesão Frio acaba de criar uma zona de descanso com vista panorâmica deslumbrante sobre o Douro, na freguesia de Mesão Frio – Santo André, junto à Estrada Municipal 601, para os peregrinos de Santiago de Compostela e para usufruto da comunidade em geral. A intervenção surge no âmbito do projeto «Valorização Cultural e Turística do Caminho de Santiago – Caminho de Torres», encabeçado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa, em parceria com a CIM Douro e as CIM do Alto Minho, do Ave e do Cávado.

A concretização da pequena intervenção, mas de relevante interesse, tornou aquele espaço mais aprazível e dotou-o de maior conforto, para repouso, visando melhorar a experiência dos peregrinos no território Porta do Douro.

Este é mais um passo estratégico dado no âmbito do projeto intermunicipal, que já beneficiou o município com a colocação de duas dezenas de placas sinaléticas do Caminho de Torres, itinerário que atravessa o território de Mesão Frio, transpondo as freguesias de Oliveira, Vila Marim e Mesão Frio – Santo André.

O projeto está a intervencionar cerca de 230 kms do traçado do Caminho de Torres e inclui a instalação de sinalização uniforme, a limpeza dos caminhos, tornando-os transitáveis para peregrinos e a implementação de equipamentos de apoio e zonas de descanso. A intenção é elevar o número de visitantes nos locais associados ao Caminho de Torres e aumentar a sua informação e notoriedade, através da elaboração de diversos materiais de informação, nomeadamente, assessoria científica, estudo e identificação do caminho, elaboração de um livro, painéis identificativos do património, equipamento de apoio e marcos de sinalização, tradução de conteúdos, produção gráfica de materiais de informação, desenvolvimento de website, conceção de uma aplicação mobile, registo fotográfico, campanha de mkt digital, sessões de apresentação, linha de merchandising e a organização de um congresso.

Menu