V Edição do Pitoresco vai colorir as ruas de Vila Real

A V Edição do Pitoresco Festival de Arte Urbana regressa às ruas de Vila Real, entre os dias 10 e 13 de setembro, num “formato alternativo”, respeitando as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS), devido à situação pandémica vivida a nível nacional.

Este evento a céu aberto, que se realiza na cidade vila-realense, é organizado pela Associação Cultural e Artística, Instantes Mutantes, em parceria com o município de Vila Real, desde 2016, e, este ano contará com a criação de quatro murais: Um mural elaborado pelo artista Pedro Podre, situado no Centro de Treinos dos Bombeiros Voluntários da Cruz Verde, que terá como tema principal, o papel dos bombeiros na preservação da floresta; um mural no edifício do IPDJ, no qual será representado um tema de Vila Real, pelo artista AkaCorleone; um outro situado na zona do parque urbano da Nossa Senhora da Conceição, na rua Dr. Cristóvão  Madeira Pinto, que terá lugar num posto da EDP, com o tema “A mulher e o Mundo”, representado pela ilustradora Fátima Bravo; e, por fim, um mural situado no edifício da Junta de Freguesia de Vila Real, que incluirá uma dedicatória de agradecimento a todos os que serviram apoio à sociedade durante a crise COVID-19 e que conta com o trabalho do primeiro artista internacional, no festival, ROCKET01”. 

Quantos às restantes atividades que darão vida a este festival de arte urbana, Rui Santos confessou que “este ano, devido à fase que se atravessa, apenas será realizado o essencial”. Uma dessas atividades, para além dos murais, irá envolver uma série de instalações na Vila Velha, que serão executadas por artistas da cidade de Vila Real, como, por exemplo, beca.pega e Jumas Limão Rosa.

O Presidente da Câmara Municipal contou, ainda, que “serão mantidas duas exposições, uma delas da artista vila-realense, Patrícia Fonseca. Além disso a iniciativa “Fora da Caixa” irá manter-se com mais seis armários da EDP pintados na zona do Mercado Municipal e Nossa Senhora da Conceição. Serão, ainda, elaborados dois workshops, durante o fim de semana 12 e 13, nos quais os participantes poderão experimentar um pouco da olaria e que, segundo Rui Santos, decorrerão “de acordo com as regras estabelecidas pela (DGS).

Por fim, Rui Santos afirmou desejar “que os vila-realenses se sintam orgulhosos deste programa e confiantes quanto às normas de segurança adaptadas”.

Por sua vez, Eugénia Almeida, Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Vila Real, refere o festival de Estátuas Vivas, a realizar no dia 12 de setembro, no museu da Vila Velha, que também faz parte do Festival Pitoresco e convida, mais uma vez, os habitantes, a visitar e a fazer parte deste evento. “Convidamos toda a população de Vila Real, a ver a construção desta galeria a céu aberto, como têm feito até aqui, e a participar no festival, assegurando que todo o ambiente é seguro e até adequado para pessoas com mobilidade reduzida”, comunicou.Recorde-se que este Festival, que já faz parte da cultura da cidade de Vila Real, teve inicio no ano de 2016 e conta, hoje, com a sua quinta edição.

Menu