UTAD: estudantes de enfermagem regressam à prática clínica após serem testados


Hoje, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) está a testar 92 estudantes do 4º ano da Licenciatura em Enfermagem à COVID-19, para que possam regressar à prática clínica no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD). “Este teste é uma estratégia para garantir a segurança dos estudantes que vão retomar o ensino presencial, nomeadamente em contexto de aprendizagem clínica”, declarou a presidente da Escola Superior de Saúde da UTAD, Maria João Monteiro, acrescentando que os testes também promovem a segurança dos utentes do Centro Hospitalar.

Com a interrupção das aulas presenciais, os estudantes continuaram os seus trabalhos a partir de casa, contudo, sem esta vertente da prática clínica, não poderiam terminar a licenciatura. Após a autorização das instituições de saúde, estão, agora, prontos para fazer cerca 4 semanas de estágio e concluir o curso. “É fundamental recomeçar as aulas presencias numa área em que a componente da relação humana é imprescindível”, explicou Maria João Monteiro.

No que toca às estudantes, segundo Andreia Cigre, enfermeira na Unidade de Cuidados de Mateus do ACES Douro I – Marão e Douro Norte que realizou os testes, têm colaborado no processo e, enquanto futuros profissionais da área da saúde, mostraram-se satisfeitos e mais tranquilos para retomar o ensino presencial.

Rita e Sandra Mesquita, duas estudantes que foram testadas, confirmaram que tudo correu bem, ainda que o teste seja “bastante desagradável”. “Estávamos preocupados e queríamos ajudar. Até agora, estivemos a acabar trabalhos e a esperar que nos informassem sobre o regresso à prática clínica. Foi um regresso um pouco estranho, mas estamos confiantes de que tudo vai correr bem”, concluíram.

Partilhar:

Menu