Reforço de 250 mil euros para valorização turística de Tresminas

0
364

As antigas minas romanas, em Vila Pouca de Aguiar, irão receber 248. 124 euros para várias ações a concretizar ao longo de 2018, com vista à dinamização do turismo rural e de natureza.

O presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado ressalva que a união faz a força, por conseguinte, é preciso olhar o património como uma oportunidade e há um compromisso elevadíssimo com as pessoas para o desenvolvimento local; o plano estratégico de Tresminas passa por um trabalho conjunto na valorização patrimonial e natural;

O reforço de verbas do Projeto de Valorização do Complexo Mineiro de Tresminas surge como medida de compensação para o património cultural que advêm do Sistema Eletroprodutor do Tâmega.

As ações comparticipadas este ano destinam-se, além da equipa técnica, a estudo histórico, geológico, de fauna e flora de Tresminas, equipamento para visitas, limpeza de galerias mineiras, musealização do espólio da Chã das Arcas, construção de edifício de apoio às cortas e galerias e a estruturas de apoio à circulação nas cortas e galerias mineiras.

As ações foram acordadas entre o Município e a Direção Regional de Cultura do Norte, validadas pela Agência Portuguesa do Ambiente e o financiamento será assegurado pela empresa Iberdrola no âmbito da medida de compensação nº2 para o património cultural da Declaração de Impacte Ambiental dos Aproveitamentos Hidroelétricos de Gouvães, Padroselos, Alto Tâmega e Daivões. Este Projeto de Valorização do Complexo Mineiro de Tresminas já foi comparticipado com 391.471€ (2016) e com 198.475€ (2017).

Deixar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here