PSP de Vila Real apresentou novo espaço de atendimento à vítima

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Vila Real apresentou o novo espaço de atendimento à vitima, remodelado no âmbito de um novo despacho do Ministério da Administração Interna. “Na medida do possível, lançamos mãos à obra e, através de parcerias, conseguimos remodelar este espaço para que fique de acordo com as normas, sem deixar de ser acolhedor”, salientou o Comandante Agostinho Vaz, acrescentando que o resultado deve ser motivo de orgulho para todos os que contribuíram para esta remodelação.

Após esta intervenção, os materiais que constituem a sala foram revistos, sendo colocados elementos não abrasivos, de fácil manutenção, que conferem um “ambiente psicologicamente sereno. “A existência de condições adequadas para o atendimento é essencial para promover a sua qualidade, facilitando a estabilização emocional das vítimas, sempre que necessário, e para reafirmar a importância atribuída a casa caso em concreto”, pode ler-se no despacho.

Além disso, este espaço está equipado com um sistema luminoso, que permite às pessoas do exterior saber que não podem entrar, impedindo, assim, interrupções na recolha do testemunho. Por fim, foi também elaborado um espaço para as crianças que, por vezes, acompanham as vítimas. “Estamos a trabalhar, não em prol da polícia, mas sim em prol da vítima que, por vezes, chega aqui com problemas graves e deve ser bem tratada e acolhida, num espaço em que esteja mais à vontade, mais reservado e longe da confusão. Este espaço é acolhedor, propício para a escuta dos seus problemas, dado que é seguro,  pois não tem visibilidade para o interior”, explicou o Comandante Agostinho Vaz, frisando que esta é uma boa imagem da cidade de Vila Real. “. Isto é para que a cidade também sinta isto como seu”, concluiu.

De salientar que os desenhos que se podem observar nas paredes datam de 2014, quando o Comandante Vaz lançou um desafio à professora e aos alunos de artes da Escola Camilo Castelo Branco.

Menu