A permanente conquista do espaço aquático para o uso agrícola e urbano, a crescente intervenção artificial nas margens e áreas envolventes e a falta de medidas de gestão adequadas, são fatores que, ao longo dos anos, contribuíram para a degradação da Ribeira da Meia Légua.

Por este motivo, está previsto para o próximo dia 22 de janeiro o arranque da empreitada de Reabilitação dos Sistemas Ribeirinhos da Ribeira da Meia Légua (Ribeira do Rodo). A empreitada irá incidir em toda a extensão da Ribeira da Meia Légua, no concelho de Peso da Régua, num total de 2742 metros.

Esta ação visa a limpeza, desobstrução e estabilização do leito e margens, remoção de vegetação infestante e a sua substituição por espécies ribeirinhas e recuperação de muros. A intervenção será da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente, APA – I.P./ARHN, em parceria com o Município do Peso da Régua, num investimento que rondará os 170 mil euros.

A requalificação ambiental, que terá início na próxima semana, garantirá a qualidade e sustentabilidade do ambiente e a sua preservação para o futuro. Este será mais um passo decisivo no desenvolvimento de uma cidade mais sustentável, onde cada vez mais os reguenses se orgulhem de viver.