As obras de construção do Interface da Escola EB – 2/3 Miguel Torga, iniciadas em meados de julho último, encontram-se na sua fase final, estando prevista a sua conclusão muito brevemente.

Com a conclusão desta obra, o município de Sabrosa pretende resolver alguns problemas identificados no aglomerado urbano, derivados da ocupação excessiva dos aglomerados populacionais e do excesso de transporte privado, nomeadamente ligadas à poluição, ao ruído e também à desvalorização do espaço público. Neste sentido, pretende-se promover o desenvolvimento dos transportes públicos e a criação e manutenção das ruas e espaços que se relacionam com os peões.

O Presidente do município de Sabrosa, Domingos Carvas, considerou esta “uma obra de máxima importância ao nível da promoção da mobilidade urbana sustentável, de modo a que seja cada vez mais fácil para a população a deslocação entre os vários edifícios que prestam serviços à comunidade do concelho. Depois de finalizada, esta obra, juntamente com o Interface da aldeia vinhateira de Provesende, que será inaugurado ainda este mês, fará parte de uma estratégia de médio/longo prazo para o desenvolvimento do concelho de Sabrosa e da região do Douro e, neste contexto, permitirá uma resposta mais eficiente às necessidades do município e do território em causa.”

O Interface da Escola EB – 2/3 Miguel Torga está inserido no PAMUS – Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentada, tendo sido adjudicado pelo valor de 185.602,21 euros + Iva, beneficiando de financiamento comunitário do Programa Operacional Regional do Norte, prevendo-se que os trabalhos estejam concluídos muito em breve.

Deixe o seu Comentário

Comentário