Novos estudantes chegam à UTAD “ansiosos” por conhecer a academia

Decorreu, esta segunda-feira, dia 9 de setembro, o primeiro dia de matrículas dos novos estudantes na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. 

Este ano, a universidade vila-realense viu 1339 vagas preenchidas, das 1456 disponíveis. 

Cristina Lacerda, diretora dos serviços académicos, mostrou-se muito satisfeita com estes resultados, adiantando que “a UTAD está de parabéns, por preencher 92% das vagas disponíveis”. 

José Luís Mourão, vice-reitor, também esteve presente neste primeiro dia de inscrições e confirmou que “está tudo preparado para acolher os novos estudantes da melhor forma”. “Vamos dar-lhe os conhecimentos necessários para lhes permitir uma boa integração na universidade. Queremos que eles tenham uma boa impressão, que fiquem connosco até ao mestrado e/ou doutoramento. Em termos genéricos os objetivos foram cumpridos, estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos”, disse.

Um ambiente animado e acolhedor 

E de facto, todos os participantes estavam preparados para acolher da melhor forma os “caloiros”, desde os serviços académicos, aos núcleos de estudantes, passando pelas tunas e pelos mentores, todos presentes na receção para esclarecer dúvidas e criar um ambiente acolhedor. “Nós tentámos explicar as coisas da melhor forma, desde a distribuição das escolas pelo campus, até aos locais da cidade. As principais dúvidas são em torno do alojamento, por causa da procura dos quartos e dos melhores locais da cidade”, declarou Jéssica Coelho, Mentora e estudante em Engenharia Zootécnica. 

A primeira testemunha deste ambiente acolhedor foi Maria João Teixeira Sousa, de Vila Real, a primeira estudante a realizar a inscrição na universidade, no curso de Enfermagem. “A receção foi fantástica, as pessoas são muito atenciosas, demonstram um carinho imenso, demonstram que adoram trabalhar aqui”, comentou a nova estudante, acrescentando que ser a primeira aluna matriculada foi emocionante, uma vez que estava muito ansiosa.

O segundo estudante matriculado foi Diogo Gomes, um jovem vila-realense que ingressou no curso de Engenharia Mecânica e que chegou à universidade por volta das 7h30 cheio de espectativas. “Esta é uma área de que gosto e por isso espero ter muito gosto por aquilo que vou estudar”, frisou o jovem.

Ana Correia, de Penafiel, colocou a UTAD e o curso de Comunicação e Multimédia na primeira opção, pois “já conhecia estudantes da UTAD” que lhe falaram muito bem da universidade. Apesar de estar um pouco ansiosa, o ambiente e o acolhimento caloroso confortaram-na na ideia de que fez “a boa opção”.

CR

Notícia completa na Edição nº 682, já nas bancas.

Partilhar:

Menu