No domingo passado, o Museu do Douro apresentou, publicamente, um novo circuito de visita “O outro lado do Museu”, um circuito que permitirá visitar a sala de restauro e estabelecer contacto com as pessoas da área que lá trabalham.

O novo circuito consiste num corredor onde é possível observar os diversos processos de restauro, no qual as pessoas poderão entrar em contacto com os profissionais de forma a verem o que o museu faz: “as pessoas que nos visitam não sabem que temos um arquivo, uma ala de expurgo, uma conservação e restauro, uma área de investigação, que é quase um laboratório onde as coisas são olhadas e tratadas de uma forma diferente e à lupa, ao pormenor. Por isso, este corredor permite interagir com as pessoas que trabalham no museu, nessas áreas, e permite divulgar esta parte do museu que não era conhecida”, explicou o diretor do museu, Fernando Seara, acrescentando que este novo circuito “é um reconhecimento às pessoas que trabalham no museu, nessas áreas”.

CR

Notícia completa na edição nº 645, já nas bancas.

Deixe o seu Comentário

Comentário