Montaria ao javali reuniu cerca de uma centena de caçadores em Ribeira de Pena

0
365

No dia 24 de fevereiro, realizou-se, na mancha do Louredo, uma montaria ao javali que contou com a participação de cerca de uma centena de caçadores e sete matilhas. A Zona de Caça Municipal de Ribeira de Pena assume-se, cada vez mais, como um fator de divulgação e promoção do desenvolvimento do concelho.

Os participantes residentes em Ribeira de Pena, Alijó, Murça, Vila Real, Cabeceiras de Basto, Vila Pouca de Aguiar, Boticas e Suíça concentraram-se, logo pela manhã, na sede da Associação Cultural e Desportiva de Agunchos, onde efetivarem a sua inscrição e tomarem um consistente mata-bicho, onde não faltam participantes do sexo feminino, contrariando a tendência nacional.

Antes de serem encaminhados para as respetivas portas, os caçadores foram alertados pelo Vice-Presidente da Câmara, Luís Ferreira, para a obrigatoriedade do cumprimento de medidas adequadas de segurança, a fim de prevenir acidentes e precaver situações que pudessem colocar em risco a integridade dos participantes.

A montaria resultou no abate de sete javalis, que foram, posteriormente, sujeitos a análise veterinária, com vista a despistar o risco de transmissão de triquinelose e assegurar, deste modo, a segurança alimentar.

Quando regressaram do monte, os caçadores puderam degustar o almoço preparado pela Associação Cultural e Desportiva de Agunchos, que apoiou logisticamente esta iniciativa, contribuindo com empenho e simpatia para o seu êxito.

A montaria terminou com um concorrido e divertido leilão dos animais.

Esta atividade foi dinamizada pelo Município de Ribeira de Pena, com o apoio da Junta de Freguesia de Cerva e Limões, a Junta de Freguesia de Santa Marinha e da Junta de Freguesia de Salvador e Santo Aleixo de Além Tâmega.