Mais de mil empresas estão em layoff no distrito de Vila Real


Desde o início da pandemia de COVID-19, após a redução de atividade por parte das empresas, já foram validados 1484 processos de regime de layoff no distrito de Vila Real e 427 no concelho.

Para Rui Santos, presidente da Câmara Municipal de Vila Real, esta é uma situação dupla, uma vez que, por um lado, “é um bom sinal” posto que significa que “houve capacidade por parte do Instituto da Segurança Social para responder a esta emergência”, mas, por outro, “representa uma descida muito significativa da atividade económica no concelho e no distrito de Vila Real que é preocupante”.

Apesar disso, o Município vila-realense tem a expectativa de que, “logo que seja possível e desejável”, a atividade económica regresse ao normal. “Também temos a expectativa de que, à medida que a atividade seja retomada, este numero possa cair, mas sublinho que houve capacidade, por parte do Estado Central, de responder, como era possível dentro das regras que são conhecidas, a muitas pessoas no concelho de Vila Real”, frisou Rui Santos, acrescentando que, na próxima terça-feira, será anunciado um conjunto de medidas para “facilitar a vida, dentro do que é possível,” de determinados setores que terão mais dificuldades na retoma da atividade que está sujeita às orientações da Direção-Geral da Saúde, nomeadamente o setor da restauração.

Partilhar:

Menu