COVID-19: Lar de Nossa Senhora das Dores vai ser evacuado


O presidente da Câmara de Vila Real confirmou à Lusa que o Lar de Nossa Senhora das Dores, que deu positivo para Coronavírus a 20 pessoas no dia de ontem, vai finalmente ser evacuado. Os cerca de 60 utentes que ainda permaneciam na instituição serão transferidos para o hospital militar de Braga, que é da responsabilidade da Cruz Vermelha.

Os 13 funcionários, que estavam no Lar, sem poder sair, entregues à totalidade dos utentes, podem agora cumprir quarentena profilática nas suas casas. Por sua vez, os 15 utentes infetados com COVID-19, testados positivos no dia de ontem, serão transferidos para o hospital militar do Porto. Uma transferência que está a ocorrer nesta manhã.

Rui Santos afirmou que está a operacionalizar a transferência no Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS). Sabe-se que “alguns utentes vão precisar de ambulâncias, outros de cadeira de rodas, outros ainda irão de autocarro”.

Depois da evacuação, tudo indica que o edifício, localizado no centro histórico da cidade, vai ser desinfetado, e à medida que for possível, irá reabrir.

De referir que ontem, as funcionárias do lar pediram ajuda à janela, enquanto o autarca de Vila Real falava à comunicação social. Rui Santos denunciava uma situação “dramática”, depois de, pelo menos, 13 utentes e 7 funcionários terem sido infetados com o novo Coronavírus.  Segundo o autarca, só foram testados os que apresentavam sintomatologia.

Partilhar:

Menu