Vila Real continua a celebrar o seu 93º aniversário de elevação à condição de cidade. Ontem, nos claustros do “Palácio” do Conde de Amarante exibiram-se o Coral da Cidade  de Vila Real, dirigido  pelo maestro Adérito Silveira, e o  Orfeão da Feira (Santa Maria da Feira). Das nove pelas do reportório do coral vila-realense salientamos Amen (Jester Hairston), Amores Além do Rio(Pires  Cabral/Adérito Silveira), Olhos Negros (canção popular dos Açores); Rianxeira (Música tradicional da Galiza) e, a fechar, a marcha de Vila Real. Do orfeão convidado  cantou, ao som do piano alguns trechos: Trai-trai, Maria Faia (Zeca Afonso),  Canção do mar ( Frederico de Brito/Ferreira Trindade), Balada de outono , Cantigas do Maio (Zeca Afonso) e Tudo isto é Fado (Fernando Carvalho).