COVID-19: Funcionária no Lar da Santa Casa da Misericórdia testou positivo em Mirandela


O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mirandela (SCMM), Adérito Gomes, confirmou que uma funcionária de 52 anos, que exerce funções na cozinha do Lar, testou positivo à Covid-19. O mesmo explicou à Rádio Terra Quente que “a funcionária em causa estava há uma semana sem trabalhar, mas como o resultado deu positivo, as autoridades de saúde determinaram que as restantes cozinheiras e ajudantes de cozinha passem a cumprir quarentena”.

Este lar de idosos tem cerca de 90 utentes, mas, segundo o Provedor da SCMM , para já, não está previsto nenhum plano de evacuação, uma vez que os utentes e funcionários não apresentam sintomatologia que possa indicar qualquer foco de infeção da Covid-19. “As autoridades de saúde estão a monitorizar os utentes que ficam em apertada vigilância para se perceber se existe a necessidade de tomar outras medidas. Para já, está tudo bem”, tranquilizou o provedor, assegurando que a diretora do Lar já contactou os familiares para lhes explicar o que está a ser feito, seguindo “à risca” as orientações das autoridades de saúde.

Esta terça-feira, foi efetuada uma desinfeção à cozinha do lar de idosos e a confeção das refeições ficou assegurada por outros equipamentos que a SCMM dispõe na cidade. “A partir de amanhã, a cozinha já estará a funcionar com ajudantes de cozinha de outros lares e com funcionários de outros serviços para darem uma ajuda”, revelou o Provedor.

Apesar de estarem a ser feitos todos os procedimentos, esta situação não deixa de ser preocupante, uma vez que, em Vila Real, está a ser evacuado um lar, após a confirmação de cerca de 20 casos de COVID-19. Uma cadeia que começou num dos utentes, um doente oncológico que, possivelmente, terá sido infetado aquando do seu tratamento.

Para além deste caso, nas últimas 24 horas, terá havido mais dois casos no distrito de Bragança, um casal de emigrantes, natural do concelho de Macedo de Cavaleiros. Ao confirmarem-se estes dois casos, o distrito já totaliza 27 casos: 15 no concelho de Bragança, quatro em Mirandela, quatro em Macedo de Cavaleiros e os restantes quatros são distribuídos pelos concelhos de Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Alfândega da Fé e Vimioso.

Partilhar:

Menu