Decorreu no passado sábado, 16 de Junho a Quarta Entronização da Confraria do Covilhete – CC. O Conservatório Regional de Música de Vila Real foi o palco escolhido para o evento, tendo a mesma Instituição oferecido o fantástico momento musical que abrilhantou o início da cerimónia.

Mais de 80 pessoas assistiram, assim, à entronização de doze novos Confrades Noviços, à passagem de cinco Confrades à condição de Irmãos e à homenagem ao ChefVítor Matos, Confrade de Honra em 2018. Foram sete as Confrarias que aceitaram o convite e escolheram passar este dia em Vila Real – Confraria dos Gastrónomos da Região de Lafões, Confraria dos Sabores Poveiros, Confraria dos Enófilos e Gastrónomos de Trás-os-Montes, Confraria dos Vinhos Transmontanos, Academia Gastronómica e Cultural de Micologia, Confraria Gastronómica dos Milhos e Os Pyjamantes.

Após a Entronização, momento alto de qualquer Confraria e que, no caso da Confraria do Covilhete – CC em particular, decorre sempre por altura do Santo António (por ser esta uma das datas em que mais covilhetes se vendiam, desde há séculos), seguiu-se Cortejo até a Estátua de Carvalho Araújo, onde se prestou sentida homenagem ao Comandante que perdeu a vida em combate em alto mar, no fim da Primeira Guerra Mundial, numa altura em que se celebra o centenário da morte deste Herói Vila-Realense.

O almoço, servido no Hotel Miracorgo, foi palco de fraterno convívio e sentidas homenagens.

O preenchido programa deste dia continuou à tarde, em estreita articulação com o evento “Dias do Património a Norte”, decorrendo uma visita guiada à Sé de Vila Real – Igreja de S. Domingos orientada pelos Confrades Hilário Néry de Oliveira e Lúcia Fraga Costa, que culminou com a apresentação, em estreia, do mini-documentário “O covilhete de outros tempos”, dirigido e realizado por Vasco Mendes, e que tem como protagonistas, para além de Confrades da Confraria do Covilhete – CC, o Chef Tiago Emanuel Santos.

A Confraria do Covilhete – CC foi criada em 2015, e conta já com mais de uma centena de Confrades, bem como com um conjunto de atividades realizadas sempre em prol da defesa do Covilhete de Vila Real e dos elementos gastronómicos, históricos e culturais com ele relacionados. A Confraria agradece a todos os que participaram e apoiaram a realização deste evento, nomeadamente ao Conservatório Regional de Música de Vila Real, à Paróquia da Sé, ao Hotel Miracorgo, à ProChef, à Local Heroes, às Confrarias convidadas, aos Confrades presentes e aos Confrades de Honra, com destaque para a Direção Regional de Cultura do Norte e a Câmara Municipal de Vila Real.