A vila do Pinhão ficou praticamente bloqueada na sequência de uma enxurrada que arrastou terra e pedras para a via, na passada segunda-feira à tarde, informou o JN.

As ruas da povoação, em particular a principal, chegou a estar intransitável por causa da água acumulada. Os bombeiros estiveram a trabalhar intensamente para escoar a grande quantidade de água que chegou também a inundar a estação ferroviária do Pinhão, situação que, de resto, tem vindo a ser habitual cada vez que uma trovoada provoca uma enxurrada como a desta tarde.

Segundo o vice-presidente da Câmara de Alijó foi preciso “retirar alguns turistas que estavam isolados junto às quintas”, à volta da localidade, cujos acessos também estiveram condicionados por causa da terra e pedras que a chuva arrastou para o asfalto.

Pelas 20 horas de segunda-feira estavam no local 45 operacionais de várias corporações de bombeiros, apoiados por 14 viaturas, a proceder a trabalhos de limpeza na via pública.

A trovoada, com chuva forte e granizo, terá também provocado prejuízos em algumas vinhas da região duriense, nomeadamente nos concelhos de Alijó e Carrazeda de Ansiães.