Câmara Municipal de Vila Real apoia bombeiros durante a pandemia

A Câmara Municipal de Vila Real, consciente dos esforços das corporações de bombeiros do concelho de Vila Real, Cruz Branca e Cruz Verde, na resposta à pandemia de Covid-19, à semelhança do ocorrido na primeira vaga, atribui-lhes um reforço financeiro suplementar, no valor de 5 mil euros (por corporação), de modo a minimizar o impacto da pressão causada pela realidade pandémica.

“A Pandemia provocada pela Covid-19 tem afetado de forma significativa as populações do concelho de Vila Real, obrigando as estruturas e organizações responsáveis pela resposta de primeira linha a este problema a esforços muito significativos para os quais não estavam preparados e devidamente dotados. Entre essas organizações encontram-se as corporações de bombeiros do concelho de Vila Real, Cruz Verde e Cruz Branca, cuja resposta de socorro e assistência às populações afetadas, pela especificidade das intervenções, é agora muito mais exigente no que toca a meios logísticos e de equipamentos de proteção dos socorristas”, salientou a autarquia.

De salientar que, tendo em conta a situação pandémica que causa fortes condicionalismos económicos e de consequentes restrições orçamentais, e entendendo “como prioritário o auxílio às populações que serve”, a autarquia garantiu, na elaboração do orçamento municipal para o ano de 2021, “a manutenção dos apoios anuais às Associações Humanitárias de Bombeiros, como reconhecimento pelo excelente trabalho que têm prestado no amparo à comunidade do nosso concelho”.

“Serão assim mantidos os apoios ao funcionamento, à constituição e manutenção das Equipas de Intervenção Permanente (EIP), totalizando mais de 90.000,00€ por Associação Humanitária, apoios que têm permitido, num trabalho conjunto entre a Câmara Municipal de Vila Real, as Associações Humanitárias e o Governo, reforçar estas EIP, dotando o concelho vila-realense com 4 equipas (2 por corporação), num total de 20 elementos, garantindo uma resposta pronta às ocorrências diárias de proteção e socorro”, reforçou o Município, recordando que, “de igual modo, dentro das disponibilidades orçamentais, tem sido sempre parceiro nos projetos desenvolvidos pelas Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários de Vila Real (Cruz Verde e Cruz Branca) que exijam financiamentos próprios em candidaturas efetuadas a apoios comunitários”.

Menu