A Federação de Motociclismo de Portugal (FMP) entregou esta quarta-feira, dia 21 de fevereiro, ao Município de Boticas, 450 exemplares de árvores autóctones, no âmbito da Campanha “Reflorestar Portugal de Lés-a-Lés”.

Esta iniciativa surgiu com a realização da 3ª edição do Portugal Lés-a-Lés Off-Road, que teve partida de Boticas e terminou em Lagoa, e vai permitir reflorestar oito concelhos afetados pelos incêndios florestais nos últimos anos.

A primeira fase da campanha aconteceu aquando da realização da prova, com a autarquia botiquense a ser brindada com a oferta de um exemplar de carvalho-negral e outro de castanheiro, plantados no jardim contíguo ao edifício da Câmara.

Desta vez, o Município foi comtemplado com a atribuição de 450 espécies autóctones, 200 exemplares de sobreiros, 200 de castanheiros e 50 de Bordos ou Falsos-Plátanos.

A entrega foi feita por um elemento da Comissão de Mototurismo da FMP, Ernesto Brochado, diretamente ao Presidente da Câmara Municipal, Fernando Queiroga, que agradeceu, mais uma vez, o gesto da federação.

“Vamos reflorestar algumas zonas do concelho com os exemplares que nos foram entregues por parte da federação. Com o contributo de todos vamos dar uma nova vida às paisagens do nosso concelho”, salientou o autarca.

Além disso, serão distribuídos folhetos com informações com as vantagens da plantação de árvores autóctones em detrimento de outras espécies.

A FMP pretende, assim, sensibilizar as populações para o benefício da rápida reflorestação dos territórios afetados pelos fogos, dando assim uma nova vida às encostas e vales de Portugal.