BE de Bragança indignado com adiamento do Plano de Mobilidade do Vale do Tua


Na semana passada, foi anunciado que o funcionamento do Plano de Mobilidade do Vale do Tua já não arrancará este verão. Segundo a TSF, este adiamento está relacionado com a pandemia e às burocracias ligadas aos processos de licenciamento e homologação da via, que não deixarão que o plano avance. De sublinhar que o primeiro anúncio do arranque já data do verão de 2017.

Após este anuncio, a Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Bragança, através de um comunicado, mostrou-se indignada com este novo adiamento, declarando que não a “apanha de surpresa” e comprova “o quanto esta decisão foi errada”. “O Rio Tua e a população merecem mais do que este “empurrar com a barriga” de algo que não deveria ser necessário, porque estaríamos muito melhor, neste momento, com uma linha do Tua mais forte e renovada, que satisfizesse os interesses das populações e protegesse a fauna e a flora”, realçou o Bloco de Esquerda. 

Para a Comissão Coordenadora Distrital de Bragança, seria necessário “um investimento forte na ferrovia como meio de transporte ecologicamente sustentável, que sirva as populações, reduzindo as desigualdades entre territórios, através de uma aposta no turismo que sirva as populações de Trás-os-Montes e do Douro”. 

Partilhar:

Menu