BE: Catarina Martins visitou UTAD com candidatos por Vila Real

Catarina Martins, Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda (BE), efetuou uma visita à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) em companhia de Mariana Falcato Simões e de alguns dirigentes distritais, na passada segunda-feira, dia 9.

Durante a tarde de segunda-feira, das 14h30 às 16 horas, Catarina Martins esteve na UTAD, reuniu com Fontainhas Fernandes, reitor da universidade e esteve nos Laboratórios Eco Fluvial e de Ecologia Aplicada, numa visita que lhe permitiu pronunciar-se sobre o despovoamento do interior, que, segundo a mesma, se deve ao encerramento dos serviços públicos. Uma desertificação que também se refletiu nas 5 mil vagas de candidaturas ao ensino superior que ficaram por preencher no interior.

Para a coordenadora nacional do BE, esta é uma situação que “merece preocupação”, devido ao crescente despovoamento do interior. Uma questão que precisa de respostas que passam pela capacidade dos serviços públicos. “Aquilo que o Bloco de Esquerda propõe, depois de termos assistido ao encerramento de milhares de serviços públicos um pouco por todo o país, principalmente no interior, é um programa de reabertura de serviços públicos em todo o país, que seja feito de forma gradual, com o apoio das autarquias e que seja avaliado na forma como fixa população e combate o despovoamento”, explicou a deputada, acrescentando que a abertura dos serviços públicos é essencial “que as pessoas possam pensar em construir a sua vida em territórios do interior que têm estado despovoados”.

Uma fixação que também passa pelo melhoramento das condições dos investigadores que trabalham nas universidades enquanto bolseiros, através da criação de contratos de trabalho permanentes. “Isso sim era uma grande medida para fixar população nestas universidades e nos institutos politécnicos por todo o país”, destacou, mencionado que a lei PREVPAP para a regularização dos vínculos precários não é cumprida pelas instituições do ensino superior, porque não têm financiamento. 

CR

Notícia completa na Edição nº682, já nas bancas.

Partilhar:

Menu