Alijó investe na preservação do património arbóreo

Região

O Município de Alijó está a proceder à poda e manutenção de 42 árvores de médio e grande porte, classificadas na sua maioria como “exemplares de interesse público”, no Jardim Dr. Matos Cordeiro e na Avenida Francisco Sá Carneiro, assim como do Plátano de Alijó, uma árvore de grande porte que este ano completa 164 anos e que mede 33 metros de altura.

A manutenção e acompanhamento de árvores está a ser realizada por uma empresa especializada em arboricultura urbana, que fez um estudo exaustivo deste Património Arbóreo. Além dos cortes meticulosos feitos a partir de uma grua, vários arboricultores realizam os trabalhos com recurso a cordas penduradas nos ramos das árvores.

Os trabalhos incluem a limpeza de ramos secos ou que estão próximos de edifícios, ações estudadas previamente através da análise meticulosa da estrutura de cada uma das árvores. Em alguns casos, as árvores encontram-se em conflito com edifícios contíguos devido à grande proximidade, o que obriga a proceder à sua poda. O mesmo acontece com os ramos secos que estão a ser retirados por colocarem em risco a segurança de pessoas e bens.

Esta é a segunda fase de um procedimento que teve início no ano passado e enquadra-se no âmbito do Plano Municipal de Requalificação e Conservação das Árvores em Espaço Público, cuja execução vai permitir conservar as árvores, aumentando a sua vida útil, e controlar o seu crescimento em altura. A envolvente florestal urbana não sofria intervenção desde 1999.

Menu