A Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD), através do seu Gabinete de Inclusão Social, vai premiar um projeto, que vise “uma vida melhor e mais adaptada a pessoas portadoras de deficiência”.

Trata-se do Projeto “AAUTAD Capacitar”, cujo concurso está a decorrer até hoje, e que enfatiza a participação da AAUTAD na comunidade envolvente, promovendo uma participação social e solidária nas questões que afetam os cidadãos sobretudo os mais desprotegidos.

António Vasconcelos, presidente da AAUTAD, acredita na importância do Projeto “AAUTAD Capacitar”, como veículo para o surgimento de ideias que ajudem a promover uma sociedade mais justa e equalitária.

“Este concurso, por si só, permite o desenvolvimento de ideias que poderão ajudar as pessoas portadoras de deficiência a ter uma vida mais adaptada, mesmo que o valor monetário não seja avultado, é o suficiente para fazer alavancar boas ideias e bons conceitos”.

O projeto “AAUTAD Capacitar” dá a oportunidade a entidades singulares, ou mesmo a instituições, de criar um conceito que deverá ser entregue até ao dia 20 de dezembro, na sede da AAUTAD, em suporte de papel e digital. O prémio máximo para o melhor projeto será no valor de 1000€.

Deixe o seu Comentário

Comentário