A história do cerco ao homicida em Vila Real

960

O concelho de Vila Real passou, nos últimos dias, por momentos de grande alvoroço. O homem que matou duas pessoas a 11 de outubro, em Aguiar da Beira, foi visto em Constantim, abandonou a viatura usada na fuga em Carro Queimado e terá sido avistado em Assento.

Cinco dias depois de cometer os crimes, o fugitivo de 44 anos foi visto em Aouca, onde roubou uma viatura. Fugiu em direção a Vila Real onde, horas mais tarde, se cruzou com uma patrulha da Guarda Nacional Republicana (GNR) na zona industrial, em Constantim.

Os militares seguiram Pedro Dias, também conhecido como “Piloto”, mas este desapareceu numa rua estreita de Constantim. Fernando Magalhães, habitante da localidade, acabou (…)

Leia o artigo completo na próxima edição do Notícias de Vila Real, à venda aqui ou assine a edição impressa ou online aqui.

Deixe o seu Comentário

Comentário