Valorização do Património Cultural Histórico em exposição no Espaço Miguel Torga

497

O Espaço Miguel Torga recebe, de 1 a 25  de abril, a exposição de artes plásticas Valorização do Património Cultural Histórico, que contempla as exposições “A Bilha da Bila” e “Os Heróis Portugueses”, e é organizada pelo Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus, de Vila Real. A cerimónia oficial de abertura da exposição acontecerá no dia 1  de abril, pelas 17h00.

O grupo de Educação Visual do Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus tomou a iniciativa de realizar uma abordagem artística a uma peça de artesanato de Bisalhães, “A Bilha”, que integra a Olaria de Bisalhães, cujo processo de fabrico foi classificado como Património Imaterial da Unesco.

Pretendendo-se reforçar e enriquecer uma dinâmica vertical no agrupamento, alargou-se a iniciativa/desafio a todo o agrupamento, para que esta exposição traduza diversas linguagens plásticas que identificam um agrupamento onde se respeita a diversidade e a liberdade.

Os trabalhos apresentados sobre a Bilha, pertencem a alunos, com diferentes faixas etárias, professores, encarregados de educação, assistentes operacionais e estruturas escolares, que se entusiasmaram em participar nesta homenagem à olaria de Bisalhães.

A maioria dos trabalhos foi realizada em contexto de sala de aula, integrando as metas programáticas e foram utilizadas como estratégias de sucesso, uma exposição pedagógica realizada pelas bibliotecas escolares e o contacto presencial com  João Ribeiro da Silva (coautor da candidatura à Unesco) e com o oleiro Miguel Fontes.

Esta exposição, patente de 1 a 25 de abril, resulta da oportunidade de parceria entre o Agrupamento e o Espaço Miguel Torga, na figura do seu diretor, João Luís Sequeira, que acompanhou o desenvolvimento de todo o trabalho de candidatura à UNESCO, e que oferece a oportunidade de partilha com a comunidade, onde se foi integrando neste espirito, outra temática “Os heróis portugueses” que refletem uma articulação entre Educação Visual, História e o projeto ERASMUS+, assumindo aqui também a sua vertente artística.

Deixe o seu Comentário

Comentário