UTAD apresenta autores da edição 2017 dos vinhos “Alumni”

851

Os enólogos Paulo Ruão, Luís Duarte e Manuel Lobo Vasconcelos serão os responsáveis pela edição 2017 dos vinhos “Alumni”, produzidos por antigos alunos da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). A marca foi lançada em julho do ano passado na presença do Presidente da República e as receitas vão servir para apoiar estudantes carenciados, através do fundo social de apoio, de forma a dar-lhes oportunidades de seguir os estudos.

“Todos anos, três antigos alunos da UTAD das diferentes regiões vitícolas serão responsáveis pela produção de um vinho tinto, um branco e um Porto. Queremos mostrar que formamos pessoas que produzem produtos de qualidade não só no Douro, como em outras regiões vinícolas”, explicou o reitor da academia transmontana, Fontainhas Fernandes.

Os “alumni” responsáveis pela primeira edição, Jorge Moreira, Jorge Serôdio Borges, Francisco Olazabal e Francisco Ferreira, passaram o testemunho numa gala que decorreu, em Vila Real. O vinho branco de 2017 com a chancela da UTAD será produzido por Paulo Ruão, responsável pela direção técnica e enólogo da empresa Lavradores de Feitoria. “A fasquia está muito alta, mas estou a preparar um vinho na mesma linha do anterior: um vinho branco característico do Douro, mas com influencias internacionais e que possa ser bebido em qualquer parte do mundo”, explicou o enólogo.

Luís Duarte, da Herdade dos Grous, tem desenvolvido a sua atividade nas regiões do Alentejo, Vinho Verde e Douro e terá a seu cargo o “Alumni” tinto. “Em princípio, será um vinho feito com as castas mais usadas no Alentejo”, revelou. O responsável pelo vinho do Porto será Manuel Lobo Vasconcelos, que está ligado à Quinta do Crasto e às regiões do Alentejo e Tejo. O enólogo pretende produzir “um vinho com uma qualidade superior e que dignifique esta instituição. Será um ‘Late Bottled Vintage’ dentro da família dos vinhos do Porto ‘ruby’ de alta qualidade”, adiantou.

Os vinhos “Alumni UTAD” são produzidos pela nova geração de enólogos diplomados pela UTAD, que foi batizada por Silva Peneda como “Escola de Campeões”.

Deixe o seu Comentário

Comentário