Sindicato quer obras para absorver trabalhadores do Túnel do Marão

913

O presidente do Sindicato da Construção de Portugal reivindicou hoje, em Vila Real, obras de requalificação urbana ou da ferrovia para absorver as centenas de trabalhadores que ficarão sem emprego com a conclusão do Túnel do Marão. Neste momento trabalham neste empreendimento umas 400 pessoas, mas em pico de obra foram cerca de 1.000 trabalhadores.

O presidente do sindicato, Albano Ribeiro, mostrou-se hoje, em conferência de imprensa realizada junto ao túnel, do lado de Vila Real, preocupado com o futuro destes trabalhadores, defendendo que é preciso arranjar alternativas para evitar que eles fiquem desempregados ou tenham que emigrar.

Nesse sentido, referiu que vai reunir em breve com o ministro das Infraestruturas, Pedro Marques, a quem vai entregar um caderno reivindicativo e onde inclui soluções como a reabilitação urbana, a requalificação da linha férrea, obras em hospitais e em barragens.

Deixe o seu Comentário

Comentário