Teatro: a rota mágica do vale encantado arranca em Sabrosa

1848

A Associação Vale d’Ouro leva aos palcos da região mais uma edição da Mostra de Teatro do Douro, num festival que arranca no próximo dia 9 de abril em Sabrosa e termina dia 30 em Santa Marta de Penaguião, depois de passar por Régua, Mesão Frio e Pinhão.

Os sábados de abril vão uma vez mais ser preenchidos com teatro, no vale do Douro. A Associação Vale d’Ouro convida o Teatro Experimental Flaviense, o Teatro Fórum Boticas, o Grupo de Teatro do Centro Cultural Lordelense, o TearDouro e o Grupo de Teatro Aldeia Verde para subirem aos palcos do Douro e formarem aquilo que designa como “a rota mágica no vale encantado”.

A programação, anunciada no passado dia 27 de março, dia mundial do teatro, conta com três peças originais de autores da região e duas estreias, constituindo desta forma, e na opinião do Presidente da Direção da Associação Vale d’Ouro, Luís Almeida, “uma clara e inequívoca aposta na cultura produzida na região e nas pessoas que dão vida aos grupos de teatro existentes promovendo em simultâneo uma cooperação e articulação em rede”.

O pano abre-se no dia 9 de abril, em Sabrosa, com a peça “Bailado Russo”. Trata-se de uma adaptação do Teatro Experimental Flaviense de duas peças de Thechov e que aborda, com humor, as temáticas do casamento e da guerra entre os sexos.

O vale do Douro engalana-se uma vez mais para receber esta rota mágica que o transforma, em abril, no vale encantado.

A edição de 2016 da Mostra de Teatro do Douro conta com o apoio da Direção Regional de Cultura do Norte, da Fundação INATEL, das Câmaras Municipais de Sabrosa, Régua, Mesão Frio, Santa Marta de Penaguião, Junta de Freguesia do Pinhão, Quinta de La Rosa e Universidade FM.

Deixe o seu Comentário

Comentário