Serra do Alvão será alvo de ação de reflorestação a 17 e 18 de março

1503

Foram 5.300 as árvores adquiridas em 2016 pelos portugueses aos balcões dos CTT. Na sua terceira edição, a campanha “Uma Árvore pela Floresta” bateu todos os recordes de vendas, estando prevista a plantação das 5300 plantas autóctones, a 17 e 18 Março, na Serra do Alvão e também no Funchal.

Com o objetivo de florestar com espécies autóctones nas zonas do nosso País mais afetadas pelos incêndios, nesta edição, a Quercus e os CTT escolheram o Castanheiro (Castanea sativa) para o desenho dos Kits “Uma Árvore pela Floresta”. Dado o enorme sucesso da iniciativa, a venda de kits prolongou-se até 15 de Dezembro em 320 lojas dos CTT, o que permitiu juntar mais cerca de mil árvores às plantações que irão decorrer este ano.

Com as vendas desta edição, o número de árvores autóctones plantadas em regiões onde o problema dos incêndios florestais mais se tem sentido, irá ultrapassar as 11 mil. Será organizada uma ou mais ações de voluntariado para reflorestação, destinada aos apoiantes que registaram as suas árvores no website do projeto disponível em  http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt.

As ações estão abertas à participação de voluntários, sujeitas a inscrição prévia em criarbosques@quercus.pt. Em 2017 a campanha “Uma Árvore pela Floresta” estará de volta, com um novo kit alusivo a uma nova espécie autóctone, e com o mesmo objetivo de ajudar as regiões e as populações mais afetadas pelos incêndios.

O projeto “Uma Árvore pela Floresta” ganhou o prémio Green Project Awards 2015 na categoria Iniciativa de Mobilização e foi vencedor, em 2016, do prémio de Ambiente da PostEurop, uma organização afiliada das Nações Unidas, que reúne 52 operadores postais europeus.

Deixe o seu Comentário

Comentário