Semana “alargada” conta com entidades apostadas na proteção ambiental

415

A Câmara Municipal de Vila Real, em conjunto com diversas entidades, vai organizar a Semana do Ambiente, uma semana intencionalmente alargada, com o intuito de reforçar a ideia de que o ambiente deve merecer a nossa atenção quotidiana e perene.

O programa preparado para estes dias procura sobretudo abordar diversas temáticas ligadas ao ambiente, com especial destaque para a urgente necessidade de mantermos uma preocupação com a preservação do património natural, sem esquecer os desafios ambientais que se colocam em meio urbano, procurando salientar a necessidade de conciliar o desenvolvimento das sociedades e a incondicional proteção ambiental, fator essencial para a sustentabilidade das cidades.

Do Programa da Semana do Ambiente constam as seguintes atividades: 1 de junho – a semana começa com a comemoração do Dia Mundial da Criança. O Centro de Ciência de Vila Real preparou um conjunto de atividades lúdicas com ambiente, dedicadas especificamente para esse dia.

2 de junho: neste dia realiza-se no Auditório da Agência de Ecologia Urbana o workshop “Sistemas de Construção com Vegetação”, ministrado pela LANDLAB, cujo objetivo é mostrar as novas técnicas e tendências dirigidas para a construção sustentável, que podem melhorar a eficiência energética e marcarem um novo paradigma para as cidades. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do correio eletrónico biodiversidade@cm-vilareal.pt.

3 de junho: a manhã deste dia está reservada para desfrutar o contato e a descoberta com a natureza, num dos recantos mais belos de Vila Real. Uma viagem pela manhã ao Vale da Campeã e a visita ao Observatório da Biodiversidade na Quintã vão proporcionar aos visitantes conhecer algumas das espécies mais emblemáticas da região, algumas delas únicas a nível ibérico. Para além dos percursos, serão ministrados algumas noções básicas sobre fotografia de natureza no abrigo fotográfico do Observatório, já disponível para os amantes da fotografia. As inscrições para essa manhã são gratuitas e limitadas e podem ser feitas através do correio eletrónico biodiversidade@cm-vilareal.pt.

4 de junho: é o dia aberto da ciência, com entradas gratuitas na Exposição Permanente do Centro de Ciência durante todo o dia.

5 de junho: na data em que se assinala o Dia Mundial do Ambiente, os Serviços de Ambiente organizam o “Chá das 5 às 6”, uma roda de imprensa dedicada à apresentação das iniciativas e projetos desenvolvidos, que vai servir igualmente para apresentar o “Festival Internacional de Imagem de Natureza”, com data marcada para dezembro de 2017. Esse Festival reúne todos os eventos que têm vindo a marcar o calendário da biodiversidade Vila Real e do País, mas que neste ano apresenta uma novidade: o lançamento do Festival de Curtas-Metragens de Imagem de Natureza, que se associa ao Encontro Internacional de Fotografia e Cinegrafia de Natureza e à exposição de desenho científico e à exposição de fotografia. O momento será igualmente dedicado à apresentação do site do Centro de Ciência, uma ferramenta de divulgação e comunicação com a comunidade, bem como da página web do Festival.

6 de junho: neste dia está agendado um dos momentos altos da Operação “Biodiversidade do Sítio Alvão/Marão”, um projeto cofinanciado pelo POSEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos Programa Operacional), que conta com a parceria da UTAD. A Operação tem vindo a trabalhar a monitorização das espécies da fauna e flora do Sítio Alvão/Marão, que integra a Rede Natura 2000, uma rede europeia de áreas protegidas. O objetivo da Operação é a construção de conteúdos em diversos suportes informativos e formativos e a sua divulgação nacional, tarefa realizada em conjunto pelos alunos das escolas aderentes de Vila Real e a equpa dos Serviços de Ambiente da Câmara de Vila Real, procurando sensibilizar o país para a proteção do património biológico das áreas protegidas, ao mesmo tempo que fornece aos estudantes os conhecimentos e ferramentas para as tarefas de monitorização. As jornadas decorrem na Aula Magna da UTAD e contam com a participação dos alunos das diversas escolas envolvidas (Camilo Castelo Branco, São Pedro, Diogo Cão, Monsenhor Jerónimo do Amaral, Colégio da Boavista, Morgado de Mateus, EP NERVIR e EP Agostinho Roseta). As jornadas são uma preparação para o seminário final do projeto, que vai acontecer no final de 2017.

7 de junho: às 21:30 horas, os Serviços de Ambiente, em parceria com o Museu do Som e da Imagem, reeditam a primeira exposição de fotografia de natureza, realizada em 2013. Uma oportunidade para recordar alguma das excelentes imagens apresentadas ao concurso de fotografia organizado pela Câmara Municipal de Vila Real. A exposição vai estar patente na Agência de Ecologia Urbana, entre 7 e 28 de junho. A entrada é livre.

8 de junho: as comemorações da semana do ambiente terminam nesse dia, com a comemoração do 34º aniversário do Parque Natural do Alvão e a inauguração das 2 Estações da Biodiversidade em Vila Real. Estas Estações são percursos pedestres com um máximo de 3 km, sinalizados no terreno através de painéis informativos sobre as riquezas biológicas a observar pelos visitantes. Cada estação está localizada num local de elevada riqueza paisagística, representativa dos habitats característicos da área. Em Vila Real, as estações estão localizadas em Lamas de Olo e na Quintã, ao redor do Observatório da Biodiversidade. Os painéis funcionam como uma espécie de guia de campo e fazem referência a espécies emblemáticas e comuns. A rede das EBIO teve início num projeto do Tagis – Centro de Conservação das Borboletas de Portugal financiado pelo EEA Grants.

Deixe o seu Comentário

Comentário