Ribeira de Pena: Festa em honra de S. Brás e desfile das “carranhosas”

320

Ribeira de Pena comemorou o S. Brás, nos dias 2 e 3 de fevereiro, com um programa que contou com muita animação sem descurar a vertente religiosa. Esta festa é, cada vez mais, uma referência na agenda de inverno da região.

No dia 2, realizou-se a bênção das velas, seguida da procissão de Nossa Senhora das Candeias com Missa de Apresentação do Senhor. Mais tarde, foi possível provar a queimada preparada pelo Padre Fontes.

Na manhã seguinte, foi celebrada a missa em honra de S. Brás, marcada pela bênção do pão.

De tarde, as Carranhosas saíram à rua, num grandioso desfile que contou com a participação de toda a comunidade. Foram muitas as pessoas que se divertiram com a passagem das Carranhosas e que acabaram por ser apanhadas pelas nuvens de farinha.

A animação foi uma constante, pelo palco da tenda instalada na Praça do Município passaram o Grupo de Cantares dos Centros de Convívio, os Bombos de Santa Marinha, o Grupo de Cavaquinhos de Ribeira de Pena, o Rancho Folclórico Juvenil de Balteiro, o Grupo de Cantares “Os Artesãos da Trofa”, os Concertina Show, os Bombos de Bragadas e Friúme, os cantadores ao desafio Anjinho e Cristiana, o grupo de cavaquinhos “Os Apimentados” e a banda Trad&Minho.

Ao som da música popular, foram servidos alguns dos pratos típicos do concelho: caldo de farinha, couves com feijões e milhos ricos. Tudo isto complementado pelo vinho, fumeiro, doces e mel dos produtores locais representados neste evento.

A festa terminou com a queima da Carranhosa que iluminou a noite da vila de Salvador.

À frente da organização estiveram a Junta de Freguesia de Salvador e Santo Aleixo de Além Tâmega, o Município de Ribeira de Pena, os EHATB e a Fábrica da Igreja Paroquial do Salvador.

 

Deixe o seu Comentário

Comentário