RI13 tem força de elite

2881

Com cerca de 500 militares, o RI13 em Vila Real está em estado de prontidão a par de qualquer força da NATO. Foi esta a mensagem deixada no dia da Unidade pelo Tenente General António Xavier Lobato de Faria Menezes, Comandante das Forças Terrestres.

A Alta Entidade das Forças Armadas recordou que o RI13 já passou por diversas fases na história. “Antigamente não tinha material mas tinha homens bons e bons soldados. Agora tem as duas coisas, é uma mistura de elite”. E acrescentou que o RI13 “está num estado de prontidão a par de uma força qualquer da NATO de primeira linha”.

O responsável sublinhou também estar muito satisfeito por saber que “Vila Real responde ao desafio através do seu regimento e da sua gente. Isto é muito importante”.

Questionado sobre os desafios da segurança no que diz respeito ao combate ao terrorismo, o Comandante frisou que o exército actua “num quadro de complementaridade com outras forças”, e em caso de possíveis ameaças a Portugal as Forças Armadas “têm capacidades que deverão por ao serviço de Portugal”.

Um dos próximos desafios do RI13 é a ida de tropas para o Kosovo, em Setembro. Não é uma missão nova mas apesar do conhecimento do terreno, não deixa de ser exigente. “É o continuar de uma presença no Kosovo, como Missão de Reserva Operacional do Comandante da KFor (Kosovo Force) que é muito exigente, porque se houver qualquer foco de instabilidade a primeira força a actuar é a nossa (a portuguesa)”, afirmou o Comandante do RI13 Fernando Pereira de Albuquerque. “É a 9ª força que enviamos aqui do regimento por isso temos “know how”, sabemos o que vamos fazer e vamos desempenhar bem”.

Deixe o seu Comentário

Comentário