PSD quer calamidade pública depois do granizo que afetou distrito de Vila Real

1326

Os deputados do PSD eleitos por Vila Real vão pedir ao Governo a declaração de calamidade pública para ajudar os agricultores afetados pela chuva intensa e granizo que afetou vinhas e castanheiros em Alijó, Sabrosa e Valpaços .

No início de Julho uma hora de chuva torrencial acompanhada de granizo, provocou estragos em vinhas inseridas na Região Demarcada do Douro e de produção de vinho do Porto. O mau tempo afetou com mais intensidade algumas aldeias dos concelhos de Sabrosa e de Alijó, no sul do distrito de Vila Real.

Mais a norte, o mau tempo afetou plantações de castanheiros na freguesia de Carrazedo de Montenegro, Valpaços.

Pedro Pimentel, deputado do PSD eleito pelo círculo de Vila Real, disse à agência Lusa que visitou área afetada na aldeia de Cabeda, freguesia de Vilar de Maçada, Alijó, e afirmou que “ficou impressionado pelos estragos causados” e que, em alguns casos, “vão obrigar à replantação de vinha”.

Segundo o deputado, só nesta freguesia terão sido afetados 500 hectares, 300 dos quais com mais intensidade.

Para ajudar os viticultores, o parlamentar disse que o PSD vai apresentar, na Assembleia da República, um projeto de resolução em que pede ao Governo a declaração de calamidade pública.

Deixe o seu Comentário

Comentário