Projeto Mátria – uma ópera para o Douro apresenta-se ao Presidente da República

1059

Um ano depois do projecto Mátria ter sido apresentado ao público, através de diferentes concertos de rua com coros da comunidade, vai agora ser apresentado a Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República.

Amanhã, 4 de Julho, o Presidente vai inaugurar oficialmente o Espaço Miguel Torga, em São Martinho de Anta, Sabrosa, e é nesse contexto que o projecto de ópera – dedicado a Miguel Torga – vai ser apresentado à Presidência da República.

Com libreto de Eduarda Freitas e música do compositor Fernando C. Lapa, o projecto Mátria tem como objectivo principal a construção de uma ópera baseada na obra de Miguel Torga, em especial nos Contos e nos Novos Contos da Montanha.

Mátria assume-se como um projecto cultural de intervenção artística e, com esse pressuposto, tem vindo a envolver a comunidade no processo criativo. Assim, foi formado um grupo de quase 200 pessoas, pertencentes a diferentes coros amadores de Vila Real e Favaios, que durante o ano passado realizaram três concertos de rua, cantando música de Trás-os-Montes harmonizada pelo compositor da ópera. E são alguns elementos desse grupo, que no próximo dia 4 vão fazer uma pequena performance como forma de apresentar o projecto Mátria ao Presidente da República, no Espaço Miguel Torga, um local emblemático na divulgação da obra do escritor transmontano.

Mátria, ainda não tem data marcada de estreia, mas tem já um novo concerto de rua agendado, desta vez partindo do imaginário das bandas filarmónicas. O concerto será dia 27 de Julho, no Largo da Capela Nova, em Vila Real. Quatro bandas filarmónicas da região vão subir às varandas do centro histórico e realizar a primeira edição do “Banda à Varanda”, um concerto que promete por toda a gente a olhar para cima e a ouvir as bandas filarmónicas de uma forma mais ousada.

A entidade promotora do projecto Mátria é a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Deixe o seu Comentário

Comentário