Nove municípios unem-se para formar Águas do Interior Norte

326

 O abastecimento da água em baixa, que em Vila Real é assegurado pela Empresa Municipal de Águas e Resíduos (EMAR), vai passar a ser feito por pela empresa Águas do Interior Norte, que irá unir nove municípios durienses.

Para além de Vila Real, o novo sistema intermunicipal vai integrar Alijó, Peso da Régua, Mesão Frio, Murça, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Freixo de Espada à Cinta e Torre de Moncorvo. Esta nova empresa foi apresentada ao ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, que esteve ontem, em Vila Real, onde sublinhou que “não se consegue ser eficiente a gerir sistemas com menos de menos de 80 a 100 mil habitantes”.

João Matos Fernandes revelou que existem “75 milhões de euros ao dispor do fundo de coesão para apoiar projetos exclusivamente de quem se agregar”. “Estes sistemas agregam municípios para gerir os sistemas domiciliários, ou seja, a água que chega à torneira de cada uma das nossas casas”, explicou. O presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, acredita que “este sistema permitirá ganhar escala, ser sustentável e prestar um melhor serviço aos cidadãos”.

500 mil euros para instalar Águas do Norte no Seminário

O ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, esteve em Vila Real para presidir à celebração do protocolo para instalação da sede da empresa Águas do Norte no edifício do Seminário Diocesano de Vila Real, que representa um investimento de 500 mil euros.

“O Estado tinha assumido o compromisso de colocar a sede das Águas do Norte em Vila Real e isso foi concretizado, não só pela instalação física deste espaço, com a reabilitação urbana de um edifício simbólico em Vila Real, mas também com o compromisso de aqui colocar o coração dessa empresa, com recursos humanos adequados”, afirmou Rui Santos.

Deixe o seu Comentário

Comentário