Na crista da onda : Enganadores

1050

 

1.António deu à Costa e vai  navegar  em Agosto, sem   escolhos na zona da rebentação, levando consigo a Caixa dos «pirolitos», que tem de guardar «bem».

Sem o peso das sanções no «lombo» , António  pode dar à «Costa» mais leve e nadar uns bons metros sem que haja  bicho «tubarão» por perto, chame-se  Cristine Lagarde ,  Wolfgang Shroudler  ou elemento radical do ECOFIN.

Pedro vai dar Passos  na Manta Rota, onde pode brincar às escondidas passando pelos buracos da mesma, fazendo, de vez em quando, “cu-cu, olhem que eu estou aqui”. É é bom para ele. Poderá esquecer os traumas deste ano, mergulhando-os nas águas tépidas algarvias. O seu rosto, há dias  não era simétrico. Um lado deu o grito de vitória, ao saber que não havia sanções pela sua gestão. Mas no outro via-se uma tristeza profunda, onde se estampava a derrota. Se houvesse sanções, a culpa não era dele, toda a sua tribo o dançava à volta da fogueira, mas sim da geringonça. Era a esperança de que os parafusos abandonassem as porcas. Anda ainda triste porque o Presidente da República trata a geringonça com muito mimo. Leva-a ao colinho, usando linguagem futebolística. Montenegro disse há uns tempitos que se houvesse sanções isso se deveria “exclusivamente à inabilidade e incompetência do actual PM e do governo”. Não houve sanções… e agora, está Negro o Monte? Bah!

Assunção anda com a Crista entumecida. Só isso. Fala para a esquerda, fala para a direita, mas não levanta voo. Faltam-se as asas.

Os sindicatos querem tudo. Ameaçam, ameaçam, fazem greves. A maior parte sem sentido. É o costume. É como alguns partidos da esquerda.

2.Sanções. As sanções a Espanha e a Portugal tinham e têm o objectivo de mostrar autoridade de Bruxelas. A Grécia não entra do «negócio» porque está  sob intervenção.  Punir a França? Nem pensar. A Itália? Também é um grande país. Verdade que a Espanha não o deixou de ser, mas os ibéricos são meio-muçulmanos. Mas havia outra razão para penalizar Portugal, o tal bom aluno (o governo dos PPPP). Isto é: um bom aluno também pode ser castigado.

Dizem que não nos aplicam sanções. Mentira.  Obrigam o país a um ajustamento de 450 milhões, que era o valor das sanções, o que poderá obrigar a aumentar o IVA em muitos produtos para recuperar esta verba. Por outro lado, ameaçam com o congelamento dos fundos comunitários, absolutamente necessários para  o crescimento económico.  Isto é como se se cortassem as asas a uma ave e depois se quisesse que ela voasse, ou que um navio navegasse após  lhe fazem rombos no cascos, ou que uma orquestra pudesse  acompanhar devidamente  uma ópera  sem violinos, violoncelo, pífaros, instrumentos de percussão,  por exemplo.

Esta Europa, a que vive em Bruxelas,  não é inteligente e não tem bom senso. Esta Europa é uma falsa  onde pululam os enganadores.  Henrique Monteiro escreveu no último Expresso: “ A Europa é um assunto sério. É a nossa sobrevivência, o espaço livre da nossa cidadania”.  Pois eu digo, citando a letra de um fado de Ana Moura, que esta Europa é um sarilho e nós precisamos de um dia de folga:

Cada dia é um bico d’obra

uma carga de trabalhos,

faz-nos falta renovar baterias,

há razões de sobra

para cantarmos  um fado

que  a gente empolga
Porque queremos um  dia de folga
! (adaptado)

Deixe o seu Comentário

Comentário