Murça cria Gabinete de Inserção Profissional para combater desemprego‏

722

A Câmara Municipal de Murça, consciente da instabilidade atual no mercado de trabalho e das dificuldades de inserção e reinserção na vida ativa, criou no âmbito da Iniciativa Emprego, o Gabinete de Inserção Profissional (GIP), um novo espaço de atendimento personalizado aos desempregados do concelho que já está a funcionar no departamento da ação social do município.

Esta iniciativa foi aprovada, pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, através de uma candidatura da Câmara Municipal de Murça em parceria com a Escola Profissional de Murça cujo objetivo é estabelecer, no Município, um Gabinete de Inserção Profissional. A apresentação deste projeto acontece hoje pelas 17 horas no Auditório dos Paços do Concelho.

Esta iniciativa centra-se na superação de inúmeros desafios identificados pelo executivo e pelos munícipes ao nível do emprego e formação, especialmente num contexto económico-social delicado. Com esta ação pretende-se uma melhoria geral da qualidade de vida dos cidadãos, especialmente daqueles que se encontram mais afetados pelo contexto referido.

O Gabinete de Inserção Profissional funcionará como apoio a jovens à procura do primeiro emprego e a adultos que tentam regressar ao mercado de trabalho. Com efeito, este gabinete desenvolverá atividades de divulgação e captação de ofertas de emprego, no sentido de possibilitar uma maior diversidade de oportunidades, a nível laboral, aos munícipes murcenses. Por outro lado, serão por ele divulgadas várias hipóteses de formação e ampliação de conhecimentos, cuja relevância é, no contexto atual, extremamente importante. Entre outras iniciativas e programas, o Gabinete de Inserção Profissional promoverá, também, ações de mobilidade nacional e internacional, bem como a utilização das plataformas on-line de diversas instituições que apresentam soluções para a problemática do desemprego.

Com este projeto o executivo liderado por José Maria Costa pretende, ainda, que exista um acompanhamento mais próximo da situação dos munícipes, procurando-se, através de esforços conjuntos, alcançar soluções personalizadas para os cidadãos e, desta forma, garantir uma maior proximidade entre o poder local e os murcenses e melhorias na vida pessoal dos últimos

Deixe o seu Comentário

Comentário