Município de Vila Real relança as “Rogas dos Rios”

1037

Contando com o apoio de cerca de 40 escuteiros do Agrupamento de Escuteiros da Sé (Agrupamento 0482), a Câmara Municipal de Vila Real realizou no dia 9 de julho mais uma atividade das “Rogas dos Rios”, uma iniciativa voluntária dedicada à limpeza das margens dos rios. Desta vez, o Parque Corgo recebeu o entusiasmo dos escuteiros, que com grande dedicação retiraram vários resíduos das margens. Garrafas, papéis e embalagens de plástico foram os resíduos mais encontrados ao longo do trajeto.
De referir a presença de muitas beatas de cigarros deixadas ao longo dos caminhos que percorrem o Parque Corgo, mas com particular incidência na zona do Parque Florestal. As beatas não são biodegradáveis e a sua decomposição pode levar muitos anos. São extremamente nocivas ao ambiente e contêm metais pesados, com consequências negativas para plantas e animais. Mas as consequências da contaminação podem afetar o próprio ser humano, já que aquelas libertam substâncias químicas que contribuem para a contaminação dos recursos hídricos. De registar ainda que nesta parte do percurso pedestre foi possível encontrar inúmeras garrafas de bebidas alcoólicas deixadas no chão.

Estes factos devem merecer a reflexão e uma mudança de atitude, porque a sua remoção é extremamente difícil e a zona está dotada com diversas papeleiras para o depósito do lixo.

Deixe o seu Comentário

Comentário