Muçulmanos em Vila Real cumprem o Ramadão

1053

Milhões de muçulmanos em todo o Mundo cumprem durante o mês de junho o Ramadão. O nono mês do calendário islâmico, em que os muçulmanos se abstêm de comer, beber, fumar ou ter relações sexuais desde o nascer até ao pôr-do-sol. O cumprimento dos 30 dias de jejum é um dos cinco pilares do Islão.

Em Trás-os-Montes, uma região claramente católica e com a fé cristã muito presente no dia a dia, é estranho ouvir-se falar de muçulmanos, mas em Vila Real há pelo menos uma dúzia de pessoas crentes do Islão que fazem por cumprir as tradições.

Alguns são estudantes estrangeiros da UTAD e há duas famílias de paquistaneses a viver na cidade.

À falta de um lugar de culto onde possam realizar as suas orações diárias, a família Malik, a viver em Vila Real desde há 6 anos, abriu as portas de sua casa, na Rua dos Ferreiros para acolher todos os que se queiram juntar às orações do mês do Ramadão.

Todos os dias, quando o Sol se põe no horizonte, o jejum é quebrado com tâmaras e água, ao qual se segue a oração do pôr do Sol, realizada numa divisão da casa. Depois todos são convidados a partilhar a mesa farta do jantar. O jantar durante o mês do Ramadão é da responsabilidade das mulheres da família Malik.

É para esta família uma honra e uma grande alegria poder receber na sua casa outros muçulmanos principalmente num mês dedicado à reflexão e à caridade.

O jejum decorre desde as 3h 51m até às 21h 01. Durante esse período não é permitido comer ou beber água.

O jejum é obrigatório para adultos e pessoas saudáveis, todos os outros não são obrigados a cumprir.

Deixe o seu Comentário

Comentário