Misericórdia de Mesão Frio inaugurou lar inovador para idosos

823

A Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio inaugurou este sábado, dia 3 de junho, em Barqueiros, uma estrutura residencial e centro de dia, no edifício da antiga escola primária de Barqueiros.

A cerimónia de inauguração realizou-se na presença do Ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva, do Bispo da diocese de Vila Real, D. Amândio Tomás, do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio e Presidente da Câmara Municipal, Alberto Pereira, do representante da União das Misericórdias Portuguesas e Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Amarante, José Silveira, de centenas de convidados e de representantes das várias entidades, instituições e associações.

Após o descerramento da lápide, D. Amândio Tomás procedeu à bênção das novas instalações pertencentes à IPSS com 457 anos de existência. “Esta obra terá um grande impacto para o concelho e, principalmente, para a freguesia de Barqueiros”, referiu o Presidente de Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio, sublinhando que “é uma honra viver num concelho, onde nos últimos anos a resposta social tem sido uma prioridade. Este equipamento é mais um exemplo dessa prática política e é, para nós, uma grande alegria”.

Alberto Pereira, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio e Presidente da Câmara Municipal, mencionou que “é sempre muito gratificante poder contar com a presença de um membro do Governo, para que nos escutar, levar para Lisboa algumas das nossas preocupações e também confirmar in loco, o que se vai fazendo em termos sociais pelas gentes de Mesão Frio”.

Aproveitando a ocasião, Alberto pereira sensibilizou o Ministro Vieira da Silva, para a agilidade na resolução de algumas questões, no sentido mais favorável, considerando que “o bem-estar da instituição se reverte no bem-estar da maioria da população local”. Alberto Pereira, que está à frente desta IPSS há 18 anos, concluiu, agradecendo de uma maneira geral, a todos os convidados, especialmente aos parceiros que tornaram este projeto uma realidade.

José Silveira, representante da União das Misericórdias Portuguesas e Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Amarante, afirmou que “a presença do Sr. Ministro na inauguração é a prova de que este equipamento assenta no princípio de planeamento e qualificação territorial, dirigida às pessoas com menor taxa de cobertura. Dou os parabéns ao provedor, não só pelo empreendimento, mas também, por todo o trabalho que já fez ao longo destes 18 anos.”

Por sua vez, o Ministro Vieira da Silva mostrou-se muito satisfeito com o percurso e a obra levada a cabo pela Misericórdia de Mesão Frio, garantindo que é “um parceiro já sólido do Estado e é, principalmente, uma instituição com uma longa história neste município. Mesão Frio é grande em história, em ambição e significado. A pedra que aqui lançamos hoje é mais uma pedra neste edifício, com um significado muito especial, porque nasceu do esforço muito particular, centrado, com capacidade, vontade e ambição da Misericórdia de Mesão Frio”, sublinhou, manifestando a disponibilidade do Governo em continuar a apoiar esta IPSS.

Com esta nova estrutura residencial, a Santa Casa da Misericórdia de Mesão Frio acaba de criar mais nove postos de trabalho, sendo que neste momento tem quatro lares, dois centros de dia, apoio domiciliário, creche, ATL e cantina social, servindo cerca de 450 utentes e dando emprego a cerca de 100 pessoas, o que faz com que esta seja a maior instituição empregadora do concelho.

Deixe o seu Comentário

Comentário