Mais de metade dos animais é entregue pelos donos

748

Centro de Recolha e Proteção Animal do Vale do Douro Norte

O Centro de Recolha Animal do Vale do Douro Norte, também conhecido por canil, começou a funcionar em 2010 e por lá passam todos os anos uma média de mil animais. Recolher e acolher cães abandonados é o objetivo do centro que abrange 7 concelhos: Vila Real, Murça, Alijó, Mesão Frio Peso da Régua, Sabrosa e St Marta de Penaguião.

O Centro de recolha, em Mosteirô – Andrães, acolhe, desde 2010, animais de 7 concelhos, abandonados ou em fim de vida. Este canil gatil tem como objectivo principal a recolha de animais que se encontram desprotegidos na via pública, nos municípios aderentes, tendo em conta as novas exigências de apoio aos animais abandonados, proporcionando-lhes abrigo, assistência médica e alimentação até decisão quanto ao seu destino.
Cerca de 25% dos animais, que ali encontram, são provenientes das recolhas efetuadas pela equipa do Centro mas a maioria dos animais chega pela mão dos próprios donos, cerca de 75%. O dado é avançado por Nóbrega Faria, médico-veterinário responsável pelo canil que explica as razões para que isso aconteça. “A entrega é feita ou porque os animais estão em fim de vida, porque têm doenças infetocontagiosas ou também por razões económicas”.
O responsável aponta ainda a imigração e a falta de condições de habitabilidade como fortes motivos para as famílias entregarem no Centro os animais de estimação.

(…)

Leia a notícia completa na edição 564 do Notícias de Aguiar, nas bancas ou assine aqui.

Deixe o seu Comentário

Comentário