Jovem violetista vila-realense conquista 2º prémio de música em Londres

3473

A vila-realense Lia Rafaela de Marcos e Melo foi laureada, no passado dia 1 de novembro, com o 2° prémio (SECOND PRIZE Winner – Category Intermediate) no reputadíssimo International Music Competition “London” – Grand Prize Virtuoso 2016.

Foi a primeira vez que competiu num concurso desta dimensão fora da Península Ibérica, no qual participaram centenas de excelentes músicos, dos mais variados instrumentos, oriundos da europa (Alemanha, Bósnia e Herzegovina, Espanha, França, Grécia, Hungria, Itália, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido, Roménia, Rússia, Sérvia, Suíça), Austrália, Américas (Brasil, Canadá, Costa Rica, Estados Unidos da América) e Ásia (Cazaquistão, China, Coreia do Sul, Singapura, Hong Kong, Índia, Indonésia, Japão, Malásia Tailândia e Taiwan).

Nascida em 2001, a frequentar o 10º ano do ensino articulado (6º Grau) na Escola Secundária Camilo Castelo Branco e no Conservatório Regional de Música de Vila Real, fez da música uma opção de vida e, por isso, é importante vivê-la plenamente. Assim, ela e sua professora de instrumento, Alice Neves, procuraram atividades que a pudessem enriquecer (concursos, orquestras e master classes) e dar-lhe uma experiência internacional que a possa preparar para uma vida futura enquanto música profissional.

Com apenas 15 anos de idade, a violetista Lia Melo com uma performance sublime do 1º andamento do Concerto em G-Moll de Cecil Forsyth, convenceu o Júri Internacional do seu potencial artístico, que lhe outorgou o “2d Prize Winner” e lhe endereçou o convite para atuar no famosíssimo Royal Albert Hall, em Londres, no próximo dia 14 de dezembro, no concerto que encerra este evento.

Este prémio, e a honra de tocar no Royal Albert Hall, embora não seja inédito para músicos portugueses, é a primeira vez que é concedido a uma violetista ou a um vila-realense.

Deixe o seu Comentário

Comentário