Incêndio no E.Leclerc de Chaves apenas com danos materiais

561

O armazém de uma superfície comercial, em Chaves, ficou destruído depois um incêndio ter deflagrado na cozinha do edifício, na passada sexta-feira. Cerca de 100 bombeiros combateram as chamas que só foram dominadas cerca de três horas depois do início do incêndio.

O supermercado já estava aberto quando o fogo começou e, apesar do susto, todas os funcionários e clientes saíram em segurança e não se registaram feridos. “Apenas houve necessidade de transportar uma senhora ao hospital, uma vez que sofreu uma crise de ansiedade”, revelou o comandante dos Bombeiros Flavienses, José Lima, que revelou que o fogo ficou confinado ao armazém da superfície comercial.

Apesar de não ter sido atingida pelas chamas, a área do supermercado sofreu danos devido ao fumo e água, o que deverá obrigar a superfície comercial a ficar encerrada durante três meses. No entanto, os postos de trabalho dos 150 funcionários não estão em risco.

Para o local, foram acionados os bombeiros de Chaves (Flavienses e Salvação Pública), Vila Real (Cruz Branca e Cruz Verde), Boticas, Montalegre, Ribeira de Pena, Vidago e Vila Pouca de Aguiar, apoiados por 35 viaturas.

Deixe o seu Comentário

Comentário