Gravuras do Côa: Um milhão de pessoas em 20 anos

630

O Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC) e o Museu do Côa (MC) receberam 600 mil visitantes em duas décadas, segundo dados oficiais, mas o director dos equipamentos, António Batista, fala em números que rondam um milhão de pessoas.

Só o museu, que apenas abriu em Agosto de 2010, recebe anualmente, em média, 41 mil visitantes, exemplificou. “Tanto o PAVC como o MC têm contribuído para dinamizar o território do Vale do Côa e do Douro Superior, que têm vindo a perder população ao longo dos anos”, destacou António Batista em declarações à Lusa.

O investigador é da opinião que são projectos como o Parque Arqueológico e o Museu do Côa que vão contribuir, de futuro, para que este território não fique completamente despovoado.

Vinte anos depois da criação do Parque Arqueológico do Vale do Côa, na Canada do Inferno, permanecem os vestígios do confronto em que toneladas de betão acabaram por ceder ao maior museu do mundo ao ar livre do Paleolítico.

(…)

Leia o artigo completo na edição da próxima semana  do Notícias de Vila Real, nas bancas, à venda aqui.
Ou assine a edição impressa ou em PDF aqui.

Deixe o seu Comentário

Comentário