Filarmónica de Lalim homenageada

1058

A Sociedade Filarmónica de Lalim foi agraciada com a Medalha de Ouro da Cidade de Lamego numa sessão solene que decorreu na Praça Infante D. Pedro, Conde de Barcelos, na tarde de 5 de junho, após a realização de um concerto público que celebrou esta homenagem pública. Atribuído pela Câmara Municipal, este galardão visa reconhecer a “obra dedicada, permanente e constante que tem desenvolvido desde a sua fundação, enaltecendo e honrando a cidade de Lamego, o concelho e a região”.
Verdadeira embaixadora da sua freguesia, a Sociedade Filarmónica de Lalim é composta neste momento por 55 elementos, com uma forte componente de juventude, assumindo-se como uma “escola de valores de sã convivência, em que todos se unem para um fim comum: promover o desenvolvimento social da sua comunidade através da ação cultural musical”. Desde a sua fundação, que remonta ao século XVIII, esta coletividade distingue-se pela diversidade de estilos e qualidade de execução.
Após uma interpretação memorável de partituras de diversos compositores que deliciou o público que assistiu, sob um sol abrasador, a este concerto, Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal, entregou a distinção a José Faustino, Presidente da Direção. Na ocasião, o autarca destacou que a Medalha de Ouro pretende enaltecer “um dos ex-libris da cultura e identidade lalinense, apostando no enriquecimento dos seus elementos e na disseminação da música filarmónica”.
Recorde-se que a mais alta distinção outorgada pelo Município de Lamego já reconheceu, entre outras personalidades e instituições, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lamego, Miguel Torga, Fernando Monteiro Amaral, D. Ximenes Belo e José Manuel Durão Barroso.

Deixe o seu Comentário

Comentário