Detido pastor suspeito de atear fogo no Alvão em janeiro

600

A Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real, com a colaboração do SEPNA – GNR de Vila Real, procedeu à identificação e detenção de um pastor de 53 anos de idade, suspeito de ter ateado um incêndio em área florestal, na Serra do Alvão, em Vila Real.

O incêndio, ocorrido no dia 17 de janeiro, consumiu uma área de 250 hectares de mancha florestal, constituída por mato e pinheiro bravo de regeneração natural, colocando ainda em perigo as habitações da aldeia de Cravelas, em Vila Real.

Deixe o seu Comentário

Comentário