Concessão dos transportes públicos continua em conflito

1540

A câmara municipal de Vila Real vai ter de suspender o contrato para os transportes públicos urbanos da cidade com a Rodonorte. A ordem é do Tribunal Administrativo de Mirandela que indeferiu o recurso apresentado pela autarquia, que contestava a decisão do tribunal que determinava a suspensão imediata da adjudicação e do contrato celebrado com a Rodonorte.

A câmara de Vila Real é assim obrigada a suspender o contrato tendo que encontrar uma solução para que o serviço de transportes urbanos da cidade não pare. Rui Santos salienta que a autarquia “cumprirá as decisões do tribunal em beneficio do serviço público de qualidade que queremos manter”.

O autarca fez questão de referir que “na anterior concessão havia um pagamento de 600 mil euros, nesta concessão haverá uma concessão de 200 mil, há uma poupança. E independentemente do contrato que acontecerá a câmara municipal garantirá uma solução”.

(…)

Leia o artigo completo na próxima edição  do Notícias de Vila Real, nas bancas a 8 de Junho, à venda aqui.
Ou assine a edição impressa ou em PDF aqui.

Deixe o seu Comentário

Comentário