Começa esta segunda-feira a época de exames opcionais do 4º e 6º ano

622

Com início esta segunda-feira e até ao dia 3 de junho, os diretores das escolas, que optaram por manter os exames para o 4º e 6º ano, têm de aplicá-los aos alunos.

De acordo com dados da Tutela, divulgados pela Lusa, apenas 2% dos diretores das escolas terão optado por realizar os exames do 4º e 6º ano. Cerca de 8% dos diretores decidiram aplicar os exames do 4º e 6º ano juntamente com as provas de aferição do 2º, 5º e 8º ano.

A partir do mês de janeiro, os exames de Português e Matemática deixaram de ser obrigatórios. O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, anunciou que os exames do 4º e 6º ano deixavam de ser obrigatórios e que seriam implementadas provas de aferição para o 2º, 5º e 8º ano.

Tiago Brandão Rodrigues optou por criar um período de transição para o novo modelo educativo. Tanto a eliminação dos exames como a implementação de provas de aferição são opcionais, neste ano letivo, e começam a ser obrigatórias para o ano letivo 2016/2017.

Os exames nacionais têm o peso de 30% na nota final das disciplinas em avaliação, enquanto que as provas de aferição não contam para a nota final.

Deixe o seu Comentário

Comentário