No próximo sábado 21 de outubro inaugura, às 21 horas, no Museu da Vila Velha, a exposição Cara Cidade, onde poderá escrever (e ler) algumas cartas a Vila Real. Com o subtítulo uma exposição em festa para nos aproximar da arquitectura, Cara Cidade, vai contar com a participação de seis arquitectos e dois arquitectos paisagistas com raízes em Vila Real, cujos projetos estarão expostos no museu, entre eles Francisco Seixas (Darq), Marta Pina (Barracinza), Belém Lima (BL Arquitectos), Vitório Leite (Merooficina), Sofia Barrias (SL Paisagistas).

Quinzenalmente acontecerão conversas com esses arquitectos, onde vamos poder conhecer mais sobre o trabalho dos arquitectos e, porque não, de que modo a arquitectura nos faz mais felizes. As conversas acontecem com dois ateliers/arquitectos de cada vez, à terça-feira, estando a primeira agendada para 31 de outubro, às 21 horas.

Além disso, “Cara Cidade” vai contar também com cidades de papel criadas por alunos da Escola Secundária Camilo Castelo Branco (área de Artes) e a atividade Cidades de Cartão com crianças mais pequenas (dia 21 de outubro durante a tarde) organizada pela Casa do Brincar de Vila Real. O encerramento da exposição está marcado para 19 de dezembro com uma conversa dobre Arquitectura e Identidade.

Cara Cidade, quer aproximar os arquitectos e as pessoas, em Vila Real. Teve início com a conversa aberta Chá com Tectos (Museu da Vila Velha, em Janeiro) que contou com a participação inesperadas de quase 40 interessados. Seguiu-se Picolé com Tectos, uma exposição no Teatro de Vila Real, que contou com apresentação de projetos e escrita cartas à cidade.

Cara Cidade, é promovida pela Transa Cooperativa Cultural com o apoio do Município de Vila Real e das Tintas CIN. A exposição Cara Cidade põe Vila Real na agenda de atividades do Mês da Arquitectura da Ordem dos Arquitectos Secção Regional Norte.

Deixe o seu Comentário

Comentário