Candidato do BE não conseguiu entrar no tribunal para entregar lista

3347

O candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Vila Real, Mário Gonçalves, dirigiu-se ao tribunal, com os restantes membros da sua lista, para entregar a sua candidatura aos órgãos autárquicos no tribunal de Vila Real, mas teve de ficar à porta.

Mário Gonçalves é tetraplégico e desloca-se numa cadeira de rodas elétrica. “Foi completamente impossível. A entrada principal tem uma série de degraus e na entrada lateral, que tem um degrau, não existe nenhuma rampa, nem sequer amovível, o que condicionou a minha entrada e a entrega da lista”, afirmou.

Só existe um lugar de estacionamento para pessoas com mobilidade reduzida que “já estava ocupado e além disso fica numa subida, o que é pouco prático”. Depois foi obrigado a andar cerca de 100 metros até chegar à rampa para o passeio mais próxima, em frente ao antigo quartel dos bombeiros da Cruz Branca. As listas acabaram por ser entregues pela mandatária da candidatura, Mariana Falcato, e os restantes elementos do BE. Mário Gonçalves salientou que “Vila Real ainda é, de facto, uma cidade com poucas acessibilidades”.

“Queremos quebrar barreiras, sejam elas físicas ou arquitetónicas, psicológicas e fazer com que as pessoas compreendam. A nossa campanha não será só sobre esse eixo programático mas, de facto, é uma das nossas bandeiras”, sublinhou Mário Gonçalves.

O BE defende a implementação de um plano municipal de inclusão, que incluiu um plano de acessibilidade pedonal. “Estamos em crer que é responsabilidade camarária também ter um gabinete de atendimento dirigido à pessoa com deficiência, onde possam ser inseridas as questões do emprego ou obras. Isto, numa perspetiva socializadora da pessoa estar inserida na sociedade e não na perspetiva que existe hoje que é perspetiva assistencialista”, frisou.

O candidato quer fazer um levantamento de quantas pessoas existem no concelho com dificuldades, ver quais são essas dificuldades e onde é que eles estão localizados. “O objetivo é ajudarmos da melhor forma essas pessoas”, salientou.

Deixe o seu Comentário

Comentário