Caça ao tesouro

1066

Conhecer os monumentos da cidade a brincar

“Sou um jardim do sec. XVIII. No meu interior tenho uma taça e um coreto. Sou um dos espaços mais tradicionais de Vila Real.” E é com esta pista que é dada a partida para mais uma caça ao tesouro promovida pelo Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real. Uma actividade que se realizou no mês de Julho e por onde passaram, este ano, cerca de 250 crianças.

Todas as 3ª, 4ªs e 5ªs de manhã de Julho o Museu de Numismática recebeu “Equipas de Arqueólogos” para uma Caça ao Tesouro pelos monumentos da cidade. A iniciativa é destinada a crianças integradas nas actividades das férias de Verão organizadas pela Câmara Municipal de Vila Real.

Durante o percurso os pequenos arqueólogos são desafiados a decifrar enigmas e encontrar pistas que os levem ao tesouro.

Depois da primeira pista resolvida o desafio continua para descobrir mais uma peça do mapa do tesouro. Ao todo são 9 pistas que correspondem a igual número de peças do mapa e a 9 locais na cidade de Vila Real.

 

(…)

É às portas da vila que o grupo se prepara para as duas últimas pistas e põe à prova os seus conhecimentos da história da cidade. “Sou uma pequena Capela da Época Medieval. Sou o templo mais antigo de Vila Real, sendo que a minha construção remonta às décadas que se seguiram à fundação na nossa cidade”. Com esta pista o grupo avança a passos largos para o fim da aventura.

(…)

Leia o artigo completo na edição desta semana  do Notícias de Vila Real, nas bancas, à venda aqui.
Ou assine a edição impressa ou em PDF aqui.

 

Deixe o seu Comentário

Comentário